quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Calor intenso! Cuide - se!


O nosso corpo esforça-se por manter uma temperatura corporal interna constante de 37ºC ao longo do tempo. Durante os períodos de calor intenso, a principal forma de resfriamento do corpo é na produção de suor, que depois se evapora. Mas, quando os níveis de umidade do ar aumentam, o suor não consegue evaporar tão depressa como seria aconselhável. A evaporação do suor pára completamente quando a umidade relativa atinge os 90%. Nestas circunstâncias, a temperatura do corpo aumenta e a consequente subida da produção de suor pode levar à desidratação excessiva, podendo provocar danos irreversíveis a saúde. Alguns sintomas como cãibras, tontura, dor de cabeça e cansaço são percebidos com o clima quente.

Esgotamento devido ao calor
Resulta da alteração do metabolismo hidro-eletrolitico provocada pela perda excessiva de agua e de eletrolitos. Esta situação pode ser especialmente grave nas pessoas idosas e nas com hipertensão arterial.

Sintomas
  • sede intensa;
  • palidez;
  • cãibras musculares, cansaço e fraqueza;
  • dor de cabeça
  • náuseas e vômitos;
  • desmaio;
  • respiração rápida e superficial.
Cãibras por calor
Podem resultar por simples esposição ao calor intenso, quando se transpira muito após o exercício fisico intenso e de uma hidratação inadequada (só com água, sem substituição dos eletrolitos perdidos da transpiração). Embora menos graves do que o golpe de calor e o esgotamento, podem também necessitar de tratamento médico. São especialmente  perigosas em pessoas com problemas cardiacos ou com dietas hipossalinas (pobres em sal).

Sintomas
Espasmos musculares dolorosos do abdome, pernas e braços, provocados pela perda de sais e electrolitos

O que fazer?
  • Parar o exercício, se for o caso, e descansar num local fresco e calmo;
  • Alongar os músculos suavemente;
  • Beber água e sucos de frutas natural sem açúcar ou bebidas contendo electrolitos;
  • Procurar ajuda médica se as cãibras persistirem.


fonte:

Nenhum comentário:

Postar um comentário