quinta-feira, 3 de maio de 2012

ALIMENTAÇÃO EQUILIBRADA


O Pilates é um método que combina arte e ciência e a sua  intenção é promover o desenvolvimento equilibrado da mente e do corpo, garantindo  condicionamento físico e podendo alongar, tonificar e ainda corrigir defeitos musculares.  Este método possui como princípios básicos a respiração, a concentração, o controle, a fluidez, a precisão e a centralização. As atividades são iniciadas em níveis de menor grau de dificuldade e depois vão progredindo através do desempenho de cada praticante.



Como toda atividade física, há um gasto calórico, porém, a perda de peso não é o objetivo principal deste método.

Portanto, para o praticante que procura emagrecer é importante associar ao pilates um programa nutricional, capaz de lhe garantir energia e força para o seu dia a dia e ainda sobrar para as aulas. É preciso então, ter uma alimentação equilibrada e hábitos de vida saudáveis, para garantir um bom desempenho na atividade física e deixar os problemas que afetam a imunidade bem longe.

Algumas dicas de alimentação irão ajudar a ter um melhor desempenho nas aulas: 



  • A fruta torna-se um dos alimentos mais recomendados para os praticantes de Pilates, pois gasta pouca energia para ser digerida e dá retorno máximo de energia que o seu corpo precisa;


  • Proteína: ajuda na construção muscular, porém deve ser consumida com orientação personalizada, pois o consumo excessivo pode prejudicar o metabolismo;


  • Probióticos: beneficiam o funcionamento do corpo, pois atuam sobre o equilíbrio intestinal. Pode ser encontrado em leites fermentados e iogurtes;


  • Consumir alimentos ricos em vitaminas C e E pois são antioxidantes e necessários para evitar o desgaste do organismo, podendo ajudar a  reduzir as lesões oxidativas causadas pelo exercício;


  • Fibras alimentares: ajudam na manutenção e regulação do intestino e desempenham papel importante na ativação do sistema imune;


  • Peixes como o salmão e a sardinha contêm ômega 3, que ajuda na diminuição do risco de doenças cardiovasculares;
  • Aveia e cereais integrais ajudam na diminuição do colesterol LDL que, em quantidades elevadas, faz mal ao organismo;


  • Beber bastante água durante todo o dia e fazer uma dieta equilibrada, com quantidades adequadas de calorias e nutrientes com um plano alimentar personalizado.



Fonte: Site Nutrição em foco / Site Corpo Perfeito

Nenhum comentário:

Postar um comentário