segunda-feira, 28 de maio de 2012

Hérnia de disco e Pilates



Afinal o que é HÉRNIA DE DISCO?

A Hérnia de disco é a projeção da parte central do disco intervertebral (o núcleo pulposo) para além de seus limites normais (a parte externa do disco, o ânulo fibroso). Ocorre geralmente póstero-lateralmente, em virtude da falta de ligamentos que sustentem o disco nessa região.

O disco intervertebral é uma placa cartilaginosa que forma uma almofada entre os corpos vertebrais. Após traumatismos (quedas, acidentes automobilísticos, esforços ao levantar, entre outros), a cartilagem pode ser lesada, comprimindo raízes nervosas. Em qualquer local da coluna vertebral pode haver herniação discal.

Causas


Predisposição genética é a causa de maior importância para a formação de hérnias discais, seguida do envelhecimento, da pouca atividade física e do tabagismo. Carregar ou levantar muito peso também pode comprometer a integridade do sistema muscular que dá sustentação à coluna vertebral e favorecer o aparecimento de hérnias discais.



Sinais e sintomas :

No disco cervical:
Dor e rigidez na nuca, nas nádegas, nos ombros e na escápula;
Dificuldade de movimentação dos braços, com sensação de formigamento (parestesia).

No disco lombar:
dor lombar, no quadril e nas coxas, irradiando-se para a panturrilha e o tornozelo;
dor acentuada ao espirrar, levantar peso, etc.;
deformidade postural da coluna;
dificuldade para andar e flexionar a coluna.

Algumas hérnias de disco podem ser tratadas com tratamento sem a necessidade de cirurgia, no entanto é necessário avaliar o tipo de hérnia. 


Classificação das Hérnias de Disco:


- No plano horizontal, a hérnia pode ser denominada focal, quando é menor do que 25%, ou de base larga, quando seu tamanho está entre 25% e 50% da circunferência total do disco.


- De acordo com seu tamanho em relação a sua base, protrusa ou extrusa. Protrusa é quando o tamanho da hérnia é menor que sua base, enquanto que na extrusa o tamanho da hérnia é maior que sua base.


- Quando extrusa pode ser seqüestrada, quando houve perda total de contato com o disco, ou migrada, quando o material não está no local de extrusão.


- A hérnia de disco pode está contida com a integridade do ânulo fibroso, ou não contida por nenhuma cobertura.




Fonte: http://youtu.be/O0Lz8kwhA7A






Tratamentos indicados:


  • Fisioterapia manual
  • Mesa de Tração Eletrônica
  • Mesa de Flexão-Descompressão
  • Estabilização Vertebral
  • Musculação ou Pilates

Recomendações:

  • Evite excesso de peso, de bebidas alcoólicas, de exercícios físicos, de cigarro;
  • Procure manter a postura correta quando sentado ou em pé;
  • Não se esqueça de que vida sedentária é responsável não só pela formação de hérnias de disco, mas por muitos outros problemas de saúde;
  • Informe-se sobre o tipo de atividade física indicada para sua faixa de idade;
  • Suspenda os exercícios se os sintomas voltarem e procure assistência médica imediatamente;
  • Siga as recomendações médicas depois da cirurgia para evitar que nova hérnia se forme naquele local.

Pilates

Em muitos casos de comprometimento intenso da raiz nervosa, é indicado a cirurgia. Em outros, o tratamento da hérnia de disco pode ser através de mdicamentos que reduzem a dor e a inflamação, além de fisioterapia. Entretanto, muitos médicos vem indicando a prática de PILATES como parte do tratamento devido aos excelentes resultados que o método vem proporcionando a este público também.

O PILATES promove a estabilização da hérnia de disco, possibilitando uma vida saudável e sem dor. O método se fundamenta, entre outros, nas forças centrais do corpo – CORE – que inclui o complexo lombar pélvico dos quadris, ou seja, esses grupos musculares centrais vão absorver grande parte do impacto, estabilizando sobretudo as articulações da coluna. Além de restabelecer os espaços intervertebrais através do fortalecimento e alongamento dos grupos musculares, resultando em uma maior proteção dos discos intervertebrais e alinhamento da postura adequada. Desta forma, os sintomas que tanto incomodam tem uma melhora significativa, possibilitando as práticas das atividades da vida diária e profissional de forma satisfatória e segura.


Fonte: http://www.itcvertebral.com.br
          http://drauziovarella.com.br
          http://pt.wikipedia.org
          http://www.revistapilates.com.br

          



Nenhum comentário:

Postar um comentário